quinta-feira, 19 de março de 2020

Como se divertir ficando em casa? Dicas de uma introvertida

Olá, pessoal! Depois de milênios sem dar as caras por aqui, resolvi voltar como se nada tivesse acontecido, rsr. Diante da pandemia que estamos enfrentando e da necessidade de isolamento para conter a disseminação do COVID-19, como boa introvertida que sou, achei que seria interessante compartilhar com vocês ideias do que fazer sossegado em casa. A maioria delas não é exatamente inovadora, mas compartilharei um pouco da minha experiência e trarei algumas indicações também.

Fig. 1 Livros e quarentena. Pilha em evidência: "No sufoco", Chuck Palahniuk; "Aniquilação", Jeff Vandermeer; "O mundo se despedaça", Chinua Achebe. Livro aberto: "O diário de Frida Kahlo: um autorretrato íntimo", Frida Kahlo. Ao fundo: "Sobrevivente" e "Clube da luta", Chuck Palahniuk; "Doctor Who: 12 doutores, 12 histórias", vários autores.

Tem alguém desesperado aí por ter que ficar 15 dias em casa? Então para fugir um pouco do sufoco e parar de pensar em aniquilação, mundo se despedaçando e em solidão, vem comigo! (Brincadeira com as lombadas que estamos fazendo, rsr).

quinta-feira, 28 de novembro de 2019

10 anos da Editora Draco, lançamentos na CCXP, estreia do podcast "Imaginários" e muito mais!

Olá, pessoal! Tudo bem com vocês?

Hoje eu vim aqui para compartilhar experiências e contar novidades incríveis, todas elas referentes aos 10 anos da Editora Draco!

Fig. 1 Estande da Editora Draco na Bienal do Livro do Rio 2019.

Primeiro de tudo, não é incrível que a Draco esteja completando 10 anos? Conheci a editora há alguns anos, sou parceira desde o ano passado, mas esse dragão já bateu muito as asinhas e está repleto de histórias interessantes para compartilhar com a gente. Muita fantasia, ficção científica e terror. Muitos quadrinhos, antologias, contos e também histórias com narrativa no formato de romance. E tudo isso feito por artistas brasileiros, não é o máximo?

terça-feira, 26 de novembro de 2019

Resenha "O ódio que você semeia" e mês da Consciência Negra

Oi, gente! Tudo bem com vocês? 

Andei sumidinha e tenho muita coisa pra compartilhar com vocês, mas hoje eu vim para falar sobre um assunto importante por meio de uma resenha bem bacana! Estamos no mês da Consciência Negra e resolvi trazer a resenha da minha última leitura, "O ódio que você semeia" de Angie Thomas. Também é a leitura do mês do @clubedolivro_entrelinhas.⠀

Fig. 1 "O ódio que você semeia" - Angie Thomas. Lido em 22-11-2019.

EM POUCAS PALAVRAS

Em uma leitura leve sobre um tema pesado, uma protagonista jovem negra luta por justiça em um mundo extremamente racista e cruel.

quarta-feira, 2 de outubro de 2019

Resenha: Delirium Tremens de Edgar Allan Poe, coletânea organizada por Raphael Fernandes, editora Draco

Olá! Hoje eu vim trazer a resenha dessa HQ incrível, que recebi em parceria com a editora Draco: Delirium Tremens de Edgar Allan Poe, vários autores, organizado por Raphael Fernandes. 

Fig. 1 Delirium Tremens de Edgar Allan Poe, vários autores, organizado por Raphael Fernandes. Lido em 01-10-2019.

EM POUCAS PALAVRAS 

Perturbador, instigante, criativo e genial! Um conjunto de histórias que faz jus ao legado de Edgar Allan Poe. 

SOBRE O LIVRO 

O livro traz uma coletânea de histórias em quadrinhos inéditas inspiradas na vida e obra do Edgar Allan Poe. Mas como assim? Indo além de uma simples adaptação, nessa obra mergulhamos em criações novas que trazem a essência do universo “poeano”. Esse autor tão conhecido por sua genialidade e pelo seu lado sombrio e desequilibrado.

quinta-feira, 5 de setembro de 2019

Bate papo: "porque eu quero" ou "porque eu preciso"? Livros, escolhas e vida: como lidar?

Oi, gente! Faz tempo que não venho aqui só para bater um papo rápido com vocês e sinto que tava precisando dessa reflexão, então lá vai:

Você já parou pra pensar se você está fazendo as coisas porque quer ou porque precisa?


Fig. 1 Pequena seleção de livros que queria muito estar lendo.

Essa é uma pergunta que eu tenho me feito quase sempre, mas mesmo assim ainda tenho dificuldade em separar as coisas que realmente quero fazer das que eu faço porque "preciso", e isso envolve tanto as leituras que escolho quanto outros aspectos da vida.

quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Conheça "Cabra D’Agua" e "Opticus", as novas HQs de heróis da Editora Draco

Oi, gente! Tudo bom?

Hoje eu vim comentar sobre duas histórias em quadrinhos que a editora Draco quer trazer para a gente, mas que para isso precisam do nosso apoio num financiamento coletivo (catarse). São elas: "Cabra D'Água e a Peleja Contra os Gigantes" e "Opticus - Intervenções". Vem que eu vou explicar melhor!

Fig. 1 "Cabra D'Água e a Peleja Contra os Gigantes" e "Opticus - Intervenções", editora Draco.

"O verdadeiro superpoder desses caras é tentar ajudar alguém no Brasil da treta!"

quarta-feira, 14 de agosto de 2019

Resenha "E não sobrou nenhum" da Agatha Christie, curiosidades sobre o livro e bate papo: uma boa tortura literária

Oi, gente! Tudo bem?

Hoje eu vim falar de um livro que me conquistou de uma forma... surreal! Eu lia e não conseguia parar. Isso tem sido tão raro de acontecer comigo que realmente me surpreende quando acontece. Eis a minha resenha de "E não sobrou nenhum" da Agatha Christie.

Fig. 1 E não sobrou nenhum - Agatha Christie. Lido em 02-08-2019.

Quando eu falo da Agatha gosto de lembrar que não sou nenhuma expert nos livros dela. Li pouquíssimos (tem resenha de "O natal de Poirot" aqui), mas estou tentando corrigir isso (com muita influência da @tinyowl.reads). Dessa vez, entretanto, a leitura foi realizada por incentivo do @leiamulherescampos. Se você também é de Campos dos Goytacazes - RJ e quiser participar do encontro para discussão desse livro, ele ocorrerá no dia 15/08. Mais informações no perfil do clube.

Mas chega de enrolar, vamos falar um pouquinho desse livro. Sem spoilers por aqui, ok? Ainda mais por se tratar de um romance policial, serei bem mais cuidadosa, podem ficar tranquilos!

EM POUCAS PALAVRAS

Um romance policial com uma bem tecida rede de mistérios, entrelaçada com intrigas, reflexões acerca de responsabilidades sociais em um cenário claustrofóbico e inquietante.